quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

O Poder de um Anjo

O poder de um anjo
se resume em gestos
que confortam uma alma perdida.
O poder de um anjo
traduzido em palavras
pode acalmar dores passadas
e trazê-lo de volta à vida.

O poder de um anjo pode curar feridas
e transformá-las em sorrisos
fazendo-o sonhar
após noites mal dormidas.

O poder de um anjo
vai além de limites geográficos
aconchega corações distantes
fortalece laços afetivos
e os torna para sempre marcantes.

O poder de um anjo
deixa marcas eternas de afeto
em um ser fragilizado
e este com o coração sente
que para sempre será amado.

E este anjo que sem querer,
entrou como uma luz em minha vida
passou a me proteger
com sua memória vivida
de um anjo que quer voar
e um novo caminho encontrar
e junto de si levar
os anjos que passou a amar.



Lucas Nietzel, tu és o anjo que dedico este estúpido poema.
As palavras aqui escritas foram alguns motivos para então sentir-me protegida, dos males que vem e vão, pois sei que terei a sua mão, que os destruirá com suas palavras que me confortam de uma maneira incrível como já lhe escrevi.
Teu dom acabou aingindo um ponto profundo em meu coração.
Um ponto em que havia uma cela que queria ser aberta. E você assim o fez.
Senti aquela luz brilhar em meus olhos, e assim seguir seus passos, para que um dia eu me torne só esperança. Quando este dia chegar tu serás o primeiro a saber. E terei orgulho de dizer, que em minha memória tu estarás eternamente...
O anjo que me protegeu de uma maneira inocente, que preencheu uma alma carente...
Que passou a ser fortemente importante, por mais absurdo que seja, eu acredito nesse anjo, eu sinto sua presença, uma presença que acolheu meu coração em seus braços.
Obrigada por recolher minhas asas, e colocá-las em posição de voo, ao fazer me sentir mais um anjo que quer liberdade para voar. Obrigada por tudo mesmo lucas, que tudo na tua vida vire luz e magia, que ilumine teu longo caminho, nesse corredor gelado, até onde o destino te encontre. Meu irmão de alma, meu irmão de coração. Assim como nós, todos estes anjos perdidos um dia, encontrarão espaços iluminados para que possam viver livremente.

Camila Almeida

5 comentários:

  1. eii to morrendo de vergonha desse lixo. :x
    mas sinceramente, nas minhas condições foi o máximo que consegui.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. nunca fui tão sinceraaa na minha vida como fui agora :x
    eu não sei como, mas eh serio chorei mto enquanto eu escrevia tudo isso.
    tem mta coisaa que eu gostaria de ir falando aaos poucos. coisas ruins, coisas boas...
    eeoo to mt emocionada tbm por eu ser essencial sabe...
    Obrigada tbm por ter orgulho de mim (isso é realmente estranho) :x
    e podee me bate que eu to merecendo hehehehe' (taa esquece)

    bjão meu anjo e conta cmg sempre ok ♥

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo o poema mesmo! E a dedicatória também...sincera!

    Beijos, e gostei daqui também;)

    ResponderExcluir
  5. adorei o poema, e a dedicatória ficou muito linda, bem sincera.
    gostei daqui também, obrigado por passar no meu blog.
    abraço.

    ResponderExcluir

'Obrigada pela paciência...